8 FORMAS DE AUMENTAR A INGESTÃO DE LÍQUIDOS 🍹🥦☕️🥛🥣💙

8 FORMAS DE AUMENTAR A INGESTÃO DE LÍQUIDOS 🍹🥦☕️🥛🥣💙

A água é tão ou mais importante como os diversos grupos alimentares que devem ser ingeridos diariamente.

De facto, a RODA DOS ALIMENTOS Portuguesa enaltece essa importância ao colocar um copo de água no centro da Roda!

Deste modo, torna-se importante realçar as suas inúmeras e importantes funções no organismo:

  • Principal componente do sangue e da linfa, servindo como meio de transporte de nutrientes e hormonas.
  • Eliminação de resíduos metabólicos pela urina.
  • Participação em reações metabólicas.
  • Primordial nos processos fisiológicos de digestão e absorção.
  • Regulação da temperatura corporal.

Nesta altura do ano, há que estar atento aos sinais de desidratação, que podem ter consequências fatais, sobretudo nas populações de risco, como são exemplo as crianças e os idosos, que ingerem líquidos apenas quando sentem sede!

Relativamente à desidratação, da qual a sede é já um sinal, razão pela qual se deve ingerir água antes de se sentir sede, corresponde a uma redução do volume total de água do corpo.

SINAIS DE DESIDRATAÇÃO:

  • URINA | Cor e odor intensos
  • Mucosa da cavidade oral seca
  • Alteração na capacidade de concentração
  • Cefaleias
  • Pele seca e redução da elasticidade

Infelizmente, é muito comum ouvir-se que “não consigo beber água”, porém há várias formas de aumentar a ingestão de líquidos, para além da ingestão de água, como por exemplo:

  1. Chá e infusão | Pode fazer com antecedência de forma arrefecer e facilitar a ingestão nestes dias de calor
  2. Água aromatizada | Canela; gengibre; casca de limão ou laranja; frutos vermelhos; folhas de hortelã
  3. Sopa de legumes
  4. Gelatina
  5. Leite e iogurtes líquidos
  6. Sumos de fruta naturais ou 100% sumo de fruta
  7. Hortícolas

Deste modo, é recomendado um consumo diário de líquidos entre 1,5 e 2 litros, podendo ser superior em alguns casos em particular!

Esta variação na quantidade de líquidos recomendada deve-se à variação do volume corporal de cada indivíduo e a fatores externos, que proporcionem a necessidade de aumento de ingestão.

Os principais determinantes que obrigam a maior ingestão de líquidos são:

  • Exercício físico
  • Aumento da temperatura ambiente
  • Aumento da sudação
  • Ingestão de alimentos com maior teor de sal

Texto adaptado de: E-Book – Hidratação no ciclo de vida: Hidratação na pessoa idosa. Associação Portuguesa dos Nutricionistas. 2015.

Fonte da imagem: água aromatizada


Achou interessante? Partilhe este artigo:


Ao continuar a visitar este website está a concordar com a utilização de cookies. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close